| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • You already know Dokkio is an AI-powered assistant to organize & manage your digital files & messages. Very soon, Dokkio will support Outlook as well as One Drive. Check it out today!

View
 

Sandra Mara da Silva Messias

Page history last edited by rosangelamenta 13 years, 5 months ago

 

Aluno-mestre: Sandra Mara da Silva Messias

 

Proposta de aula UMA turma n º / Série: 3 º ano

Carga Horária Prevista: 1 aula

Escola / Instituição: Ensino Fundamental

Bimestre: 3 º Bimestre

Disciplina: Alfabetização e Educação Física

Título / Tema: Cultura Afro, capoeira.

 

 

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

Demonstrar dança UMA Como e Um dos Fatores IMPORTANTES NA Cultura Afro.

 

 

1 PRÁTICA SOCIAL INICIAL DO CONTEÚDO:

 

 

Listagem:

Conteúdo

Eixos / linguagens

História;

Principios Básicos;

Cultura. 

 

 Científico: arte;

Ético politico: Valores Morais;

O Homem, cultura Trabalho EA;: Sócio-ambiental

Estetico-cultural: cultura popular. 

 

 

 

Conhecimentos previos trabalhados com o professor Pelo Aluno:

 

 

Fazer UMA Avaliação Prévia COM OS Alunos Sobre a capoeira.

 O Que sabem?

O Que praticaram OU JÁ Viram?

A Seguir Início UMA Dar aula. 

 

 

 

2. Problematização (DISCUSSÃO): 

 Seleção Ordenação vídeos atraves de uma Origem, a forma correta de praticar hum Parágrafo bis importancia cultura afro brasileira. 

 hum Propor aprofundamento Sobre Tema dança afro praticada Pelos Negros Brasileiros e. 

 

Linguagens - Eixos:

  • Científico / conceitual: O Que E UMA roda de capoeira?
  • Histórica: surgiu Quando?
  • Social: Se Discriminação ha?
  • Ética: Qual E a comecar praticar Melhor idade Parágrafo hum? 
  • Ético Político: Cais São cais Quais d'Orsay d'Orsay OS Tipos de dança afro EXISTENTES? 
  • Cais Quais d'Orsay Cais d'Orsay OS EXISTENTES Tipos de dança no Brasil: sócio-ambiental?
  • Estetico-cultural: Qual UMA importãncia SUA?

 

 

3 INSTRUMENTALIZAÇÃO / DESENVOLVIMENTO :

1 º Passo: Sugerir professor AO Que Traga Imagens de danças afro.

2 º Passo: Perguntar EAo Sândalo Alunos SE DELES JÁ VIU OU JÁ praticou ESSA forma de dança.

3 º Passo: Comentar Sobre Como professor de danças Pelo demonstradas.

4 º Passo: Fazer Atividades relacionados a capoeira.

5 º Passo: Sugerir professor AO explicar Como dança surgiu ESSA? Que Em Época TeVe Seu ínicio?

6 º Passo: Passar Atividades Sobre o Texto trabalhado. 

7 º Passo: Movimentos Ensinar OS Básicos atraves da capoeira do site de vídeos http:www.youtube.com.br softwares antigos; Básicos Movimentos de capoeira.

 

 

  História da capoeira.

 

Começou HÁ Século XVI, em Época surgiu ª Que o Brasil era colônia de Portugal.

Os Escravos vindos de Angola nd África, muitas praticavam danças.

Quando chegaram no Brasil, perceberam Que precisavam desenvolver UMA forma de se defender dos castigos desnecessários Feitos NAS fazendas Pelos feitores, capitão do mato.

adaptaram Eels UMA dança Parágrafo UMA forma de Luta, surgindo UMA capoeira ASSIM UMA arte marcial disfarçada de dança.

Tinham Como FUNÇÃO: Continuar UMA SUA cultura, o alivio de estresse do Trabalho e forma fisica.

Chama-se uma roda de capoeira, Como PORQUE reunioes ocorriam em Campos com Pequenos Arbustos, chamados de capoeirão capoeira UO.

Ate 1930, hum Proibida Prática da capoeira não era Brasil POIs era violenta Como o Vista.

Em 1930 Mestre Bimba, capoeirista brasileiro hum Importante, apresentou o Parágrafo entao Presidente Getúlio Vargas, Gostou Que Tanto Desta arte brasileiro hum Que transformou em Esporte Nacional.

A capoeira possui Três estilos:

1 º Capoeira Angola: Ritmo lento musical, golpes jogados Baixos malícia e Muita Mais.

2 º Capoeira regional: Mistura COM UMA malícia da Angola com golpes rapidos AO SOM do berimbau.

3 º Capoeira Contemporânea: une UM POUCO dos Primeiros Dois estilos, E o Mais praticado atualmente.

 

Interpretação da História:

-

-

-

-

 

 

Recursos pedagógicos Necessários UMA aula Parágrafo :

 

  • tv multimídia;
  • Atividades;
  • lápis de cor;
  • Borracha;
  • lápis;
  • Apontador;
  • DVD;
  • Folhas de sulfite.

 

4 catarse :

 

  • O Aluno Devera Conhecer UMA importãncia da dança afro hum par cultura brasileira. 

 

 

4,1 Síntese:

 

  • N final da aula OS Alunos deverão ter Conscientização Sobre a Dança e Sociedade SEUS parágrafo beneficios.

 

  

4,2 Avaliação:

 

Observar e avaliar o Que CADA Aluno Aprendeu Sobre o Tema Passado NA Sala de Aula, EA SUA importancia Parágrafo Vida.

  

5  PRÁTICA SOCIAL FINAL DO CONTEÚDO :

 

  • Fazer hum aprofundamento Sobre o Assunto dado ª sala de aula, Alunos aprenderam pedir EAo O Que Que escrevam Sobre a capoeira. 

 

5,1 Intenções do Aluno:

Expor O Que Achou curioso o Que Aprendeu aula dada Sobre e Para quê incentivar Elementos repasse Aprendeu O Que hum OUTRAS PESSOAS.

 

 

 

Referências:

 

http://www.youtube.com

http://www.googlr.com.br

 

 


 

ROTEIRO DE TRABALHO

 

Aluno-mestre: Sandra Mara da Silva Messias

UMA PROPOSTA de aula turma n º / Série: Alfabetização

Carga Horária Prevista: 5 Horas

Escola / Instituição: APAE

Disciplina: Educação no Trânsito

Título / Tema: Direitos e deveres no Trânsito

 

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

 

1 PRÁTICA SOCIAL INICIAL DO CONTEÚDO:

 

Listagem:

Conteúdo

Eixos / linguagens

, Leitura do Texto Informativo slides atraves de ABORDANDO o Tema "Educação nao Trânsito". Demonstração de Normas COM ALGUMAS boneco Usando o Formato de hum hum Guarda de Trânsito e tv hum Feita de material reciclável e Duas Atividades Relacionadas AO Texto Acima citado. 

 Sócio-ambiental; Conceitual; Filosófico.                                        

 

Conhecimentos previos trabalhados com o professor Pelo Aluno:

 

2. Problematização (DISCUSSÃO):

      O Trânsito em Nossa Cidade, Telêmaco Borba, ESTA CADA Vez Mais Intenso, ocasionando Vários Tipos de Aprender e motoristas devem acidentes.Pedestres obedecer e respeitar regras à Fazer Como trânsito.A Elaboração De Um Projeto de Conscientização SE FAZ Necessário Para quê Motorista e Pedestre Que saibam atitude quando estiverem Tomar no Trânsito. 

  

Dimensões:

  

         Conceitual: Noções Básicas n. transitarmos com Segurança. 

        Sócio-Ambiental: Conhecimento Sobre a Sinalização do Trânsito. 

       Filosófica: A in-forma Que o Motorista EO Pedestre estao se comportando sem ARI influenciar Trânsito nd nd Ordem dos mesmos e Segurança.

 

3 INSTRUMENTALIZAÇÃO / DESENVOLVIMENTO :

     

1 ª etapa: Leitura do Texto atraves de slides na TV.

Demonstração de Como Fazer Brinquedo tv e hum de material reciclável UMA, COM TEXTOS Sobre o Comportamento e Fazem Pedestre Motorista no Trânsito.

 

Material Necessário n º Fazer UMA TV:

 

1 Caixa de sapato;

4 Folha de Papel Camurça Preto;

1 rolo de durex;

2 cabos de madeira Conforme a Altura da Caixa (cabo de vassoura);

tesoura UMa;

4 tampinhas de garrafa pet; 

 Folhas com Desenhos OU Texto Conforme o Parágrafo Que TEMA ABORDADO.

Cola Quente.

 

Confecção da tv:

 

Fazer Abertura UMA No fundo da Caixa Que Sera, Sera UMA TV da Tela, com durex encapar Camurça e Papel, Fazer Dois furos NAS lateralidades n º Colocado Serviços OS cabos de madeira Camurça Papel e encapados com durex.

Colar Quatro Como tampinhas de pet Abaixo da tv da Tela (Serao OS Botões).

O Texto DEVE Serviços Colado com durex rolo hum Fazendo e Colado ª Parte de Cima (1 º cabo de madeira).

O Texto DEVE Serviços Conforme o Tema aula Necessário n º hum.

 

Material Parágrafo Confecção do Brinquedo:

 

22 tampinhas de garrafa pet;

Um rolo de barbante;

Um bastão de cola quente acompanhado acompanhado acompanhado de;

UMa bola de desodorante roll Diante;

UMa canetinha preta;

1 Chapeuzinho (PoDE Serviços tampinha de garrafa de Amaciante).

 

Confecção do Brinquedo:

 

 Feito e Um furo SEM Meio de CADA tampinha Passam, nao, nao Chapeuzinho, Passar o barbante Por CADA furo e amarrar. DEPOIS desenhar o Rosto do boneco colar o corpinho com cola Quente, Feito Este e Um Guarda de Trânsito.

 

Logo epidêmico UMA Demonstração de confeccionar hum Como tv Brinquedo EO, Passar Duas Atividades Relacionadas AO Trânsito.

 

Recursos pedagógicos Necessários aula UMA Parágrafo :

  

TV;

Pendrive;

Textos;

Brinquedo tv e Feitos de material reciclável.

 

4 catarse :

 

Como deverão saber Sobre Crianças As conseqüências da Falta de Atenção e Respeito nao muitos Trânsito, ocasionam Que Problemas e Acidentes.

 

4,1 Síntese:

  

Conscientizar de Todos os cidadaos à Direitos e deveres e respeitar OS Fazer Pedestre do Motorista no Trânsito.

  

4,2 Avaliação:

  

Pedir Parágrafo OS hum elaborarem Alunos Texto Sobre O Que Enguias aula da entenderam, Sobre Educação no Trânsito.

Conscientizá-los à respeitar OS deveres e Direitos do Pedestre e Motorista.

 

5  PRÁTICA SOCIAL FINAL DO CONTEÚDO :

 

5,1 Intenções do Aluno:

  

Enguias Que façam Parágrafo Incentivar UMA Divulgação dos Direitos e deveres do Pedestre e do Motorista.

  

5,2 Ações do Aluno:

  

Como Respeitar regras de Trânsito;

Tomar Cuidado AO Atravessar UMA rua;

USAR Cinto de Segurança;

Pedir par EAo Adultos nao beberem Pingos de Dirigir:

Dirigir com Segurança, e semper hum respeitando delegados Vida do Seu Próximo.

 

REFERÊNCIAS DE TODOS OS RECURSOS Utilizados:

 

ANEXOS:

  

http / /: www.educação transito.com nao / imagens ;

http / /: transito nao www.educação e deveres Direitos / imagens;

http / /: www.portalaz.com.br;

http / /: www.bicodocorvo.com.br;

http / /: www.portaldoprofessor.mec.gov.br;

Livro coletânia de texto: Língua Portuguesa, Ciclo Básico de Alfabetização.


 

Artigo.

 

Educação Infantil.

 

Na Educação Infantil uma Ação Conjunta dos Educadores e Demais MEMBROS da Equipe da Instituição e essenciais par garantir Que o Cuidar EO Educar aconteçam de forma Integrada. ESSA atitude serviços desen contemplada DESDE o Planejamento Educacional comeu uma Realização das Atividades si in.

O Cuidar e Parte integrante da Educação, exploram embora POSSA exigir Instrumentos e Habilidades Que um pedagógica Dimensão. Cuidar de UMA hum in Criança Contexto educativo e de Vários campos de Conhecimento EA Cooperação de Profissionais de Diferentes áreas

O Mais Importante, não Cuidado Humano, Como compreender e ajudar o Outro uma capacidades se desenvolver.

Pará Desenvolvimento hum Depende Tanto Relacionados integrante dos Cuidados Que um envolvem um e Dimensão afetiva dos Cuidados Aspectos Biológicos COM OS do Corpo, Como uma da Alimentação e Qualidade dos Cuidados com uma Saúde, QUANTO da forma Como cessos Cuidados São oferecidos e das Oportunidades de Acesso um Variados conhecimentos.

Pará Cuidar é Preciso hum comprometimento com o Outro, com uma singularidade SUA, SUAS confiando capacidades em, env Disso dependerá o vinculo Que desenvolverá Entre o Cuidar Cuidado serviços igualdade de oportunidades.

Como Novas funções da Educação Infantil devem Estar Associadas um Padrões de Qualidade. ESSA advém Qualidade de Concepções de Desenvolvimento Que considerem como nsa Crianças SEUS Contextos Sociais, Ambientais, Culturais, NAS Interações Sociais praticas Que lhes fornecem como linguagens diversificadas E mais AO COM OS Contato Mais Variados um parágrafo conhecimentos Autonomia da Construção.

Educar propicia Situações de Cuidados, Brincadeiras e aprendizagens orientadas de forma e Integrada Que possam contribuir par o Desenvolvimento das capacidades infantis de Relação interpessoal, de serviços e Estar com OS Outros atitude UMA in Básica de aceitação, de Confiança e Respeito, e AO Acesso, Pelas Crianças EAo SEUS Mais conhecimentos amplos e Realidade social da cultura.

O Processo educativo e Realizado de varias Formas: na Família, na Rua, nsa Grupos Sociais e nd escolar Instituição.

O SE FAZ Necessário Que OS Profissionais, escolares NAS INSTITUIÇÕES, tenham Venham com OU UMA Sólida Formação inicial e consistente.

A also Família influi Muito sem Educar e Cuidar da cca, ELA DEVE serviços emocionalmente Estruturada Bem E SEUS Consciente dos deveres de pais.

Uma Parceria com Escola da Família e uma COM OS Demais Funcionários Que se relacionam diretamente e indiretamente com Crianças serviços como um desen Melhor Possível, POIs influenciará nd Formação do Educando. Pará se atingir OS OBJETIVOS dos Cuidados com um Preservação da Vida e com o Desenvolvimento das capacidades Humanas, e Necessário Que Haja União Entre Família, Escola e educador, Para quê o Desenvolvimento e social, emocional cultural.

 

 

Autora: Sandra Mara da Silva Messias, 2 º NB, N º 22, CEWK ,2010-12-09.

4 º Bimestre.


 

 

ROTEIRO DE TRABALHO 

 

 

 

INFORMAÇÕES DA AULA: 

 

Carga horária Prevista: 1 aula.

 

 

 

 

O Que o Aluno Aprender Podera aula ESTA COM:

 

Aprenderá uma forma correta de Tratar como OUTRAS PESSOAS, e Dentro da Escola fóruns, Usando de Muito Respeito e Educação.

 

 

Procedimentos:

 

Iniciar uma aula Fazendo hum Diálogo COM OS Citando Alunos Questões como seguintes:

. Vocês sabem Que O bullying Sobre o?

. Vocês JÁ Praticando Alguém presenciaram o assédio moral?

. Onde e Quando?

 

A Partir Destas Questões levantadas Início Dar uma aula refernte AO Tema: Bullying

 

 

Pontos chaves:

 

Usando OS Dados levantados Pela turma, PROCURAR enguias Que Fazer com o bullying Sobre reflitam.

Como Vem Sendo praticado NAS e Escolas não Que in Meio vive uma Pessoa.

O bullying e praticado Lugar Que eles? Nas Escolas, na Rua, Na comunidade, Rua nd nd casa UO?

 

 

A Partir Destes OS Dados Levantar Chaves pontos.

Sujestão: 20 minutos de debate.

 

 

Teorização: 

 

Atraves da s algumas hipóteses Que fizer uma turma, apresentar alguns in Conceitos Relação AO Tema:

Bullying preconceito; gênero.

Deve ter pelo menos 3 atividades.

 

Hipótese de Solução:

 

discutidos Serém epidêmico Todas As Hipóteses citadas Durante uma teorização, sugiro:

 

. Colocar OS Tópicos principais ideias e citadas Pelos Alunos.

. Sorting Ordenação OS Conceitos Relacionados AO Tema.

. Cais Quais d'Orsay como Formas de como solucionar Questões apresentadas.

 

 

Aplicação à realidade :

 

. Com base Questões levantadas, propor Ação de UMA Como devemos comportar nos:

. O Que fazer?

. Como, cais Quais d'Orsay e condições em?

. Recursos Que poderei USAR?

. Qual uma Finalidade de Tudo ISSO?

 

 

Condições Objetivas:

 

Estratégias de Uso:

. Momento Agir parágrafo Adequado.

. Consciência Grau de comprometimento social e correto parágrafo O Momento.

. USAR de Autoridade.

. Poder Necessário n º Agir.

. Nível de Conhecimento Sobre o Assunto.

. Disponibilização das PESSOAS envolvidas.

 

 

Recursos Complementares:

 

Texto dissertativo, Sendo COM OBJETIVO Este delacionado AO Assunto citado, com Propostas de Ação Junto uma COMUNIDADE.

 

REFERÊNCIAS:

http://bullying e Consequências SUAS.

http://brasilescola.abril.com .

http:educacional.com.br.

http://bullying.com.br .

 

Sugestão: Assistir ao vídeo:

 

http://youtube.bullying e Consequências SUAS-helenbianchi. 

http://youtube.a familia Muito loka / consequênciase.bullying e chefes.

http://videos.sapo/documentário:bullying .

 

 

 

Avaliação:

 

Avaliação automática 

iniciante 

4,0 Pontos

Aprendiz 

6,0 Pontos

Profissional

8,0 Pontos 

mestre

10,0 

NA sala de aula  PRESENTE esteve 

NAS contribuiu

DISCUSSÕES

Participou com

Argumentos carbonetos 

Participou

ativamente com

Argumentos 

Pesquisa Sobre Tema

e Entrevista 

acompanhou como

Atividades 

Participou e

o Realizou

PROPOSTO 

empenhou-se nd

Compreensão do

Tema 

in Tudo contribuiu 
Texto dissertativo  Participou 

elaborou o Texto

Argumentos e 

Texto produziu

NAS fundamentado

Pesquisas 

Bem Texto produziu

fundamentado, alem

dos pesquisados

Informativo  Participou  colaborou  contribuiu 

Vários Recursos apresentou

Realização um parágrafo do Texto e

muitas ideias DEU 

 

 

 

 

 

 

 

 mensagem de feliz natal para amigos

 

 

 

 

Comments (3)

Kessi Jones de Paula Viana said

at 5:31 pm on May 12, 2010

não tem nada
ve se cloca algo

Kessi Jones de Paula Viana said

at 11:11 am on Dec 3, 2010

Sandra vc que é uma aluna estudiosa
cade seu artigo sobre o bullyng
tchuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu.

Sandra M da S. Messias said

at 5:05 pm on Dec 8, 2010

vc é um figura doida,va pra casinha tchuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

You don't have permission to comment on this page.