| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • You already know Dokkio is an AI-powered assistant to organize & manage your digital files & messages. Very soon, Dokkio will support Outlook as well as One Drive. Check it out today!

View
 

Bruna Gomes Feyh

Page history last edited by rosangelamenta 13 years, 5 months ago

 

 

Planejamento cultura afro

 

Aluna-mestre:Bruna Gomes Feyh

Aluna: Regiane Siqueira Martins

Proposta de aula a turma/serie:

Bimestre:3°

Titulo/tema:Cultura Afro

Carga horária prevista:1 aula

Disciplina:Alfabetização

 

 

Objetivos:

  • Mostrar as crianças a cultura afro, quais são as danças e artes que eles praticam e qual a sua  importância.

 

1-Pratica Social Inicial do Conteúdo:

Listagem - Conteúdo:

*Danças

*Arte

*Hábitos

 

Eixos:

*Cientifico

*Valores ético

*Estético-Cultural

*Sócio-Ambiental(valores,hábitos).

 

Conhecimento Prévio Trabalhados Pelos Professores com o aluno:

  • Fazer um diagnóstico para saber quais danças afro brasileira eles já conhecem e relatar o nome de cada uma .

 

Probematização:

  • Diante da pouca divulgaçao da Cultura Afro-Brasileira, propomos o estudar um pouco sobre este tema e vamos conhecer algumas danças e artes praticadas pelos negros e brasileiros.

 

.Linguagens-eixos:

  • Científicos:
  • Ético-politico
  • Sócio-ambiental
  • Estético-cultural

 

 

Ético político: Quais são os tipos de dança afro Brasileira?

Sócio-ambiental: Quais são os tipos de arte afro que existe no Brasil?

Estético-cultural: Qual a importância da dança afro no Brasil?

 

3-Instrumentalização/Desenvolvimento:

 

1° Passo:

  • Sugerimos ao professor que traga imagens das danças afros, para que os alunos conheçam melhor.

 

jornalpequeno.com.br

http://www.jornalpequeno.com.br/fotos/JP22941.105224.B.jpg

 

http://casadabrima.files.wordpress.com/2010/04/afro1.jpg

casadabrima.wordpress.com

http://www.desporto.ul.pt/image/220/downloads/cache/220/ap081016032799%5B1%5D.jpg.jpgdesporto.ul.pt

 

http://perfiljovem.files.wordpress.com/2007/11/negros_fernanda-ribeiro.jpgmocamboodara.blogspot.com

 

2°passo:

  • Comentaremos um pouco  sobre cada dança.
  • As principais danças são: escreva aqui ou cole os links de ouros sites



 

 

 

3° Passo

  • Pedimos para que o aluno relate se já viu ou já praticou algumas dessas danças para os outros alunos.

4° Passo

  • Sugerimos ao professor que conte como surgiu a dança afro,  leia o texto a seguir, que falará da identidade da dança.

 

 

Uma identidade nacional

 

A dança é uma das maiores representações de uma cultura popular, ela “pode ser maior que reunião de técnicas, quando se propõe o ser instrumento de transformação social e difusão histórica cultural”.

 

A dança afra surgiu no Brasil no período colonial, foi trazida por africanos retirados do seu país de origem para realizarem trabalho escravocrata em solo brasileiro. Esse estilo de dança foi registrada primeiramente na composição de religiões africanas e começou a se fortalecer em meados do século XIX com a ajuda dos tribos: sudaneses; bantos (dois povos situados em território africano) e os indígenas, que foram responsáveis pela criação do candomblé e de outros segmentos regionais que deram origem à dança dos caboclos e outros aspectos da cultura africana.

A diversidade de ritmos culturais existentes hoje, foi oriunda de uma miscigenação que desenvolveu a identidade cultural do Brasil. Ao longo dos anos a dança de origem africana começou a ser modelada e encaminhada a diferentes estados. A sua trajetória teve início com o fim da escravidão, e em meados dos anos 20 e 30 do século passado, os negros começam a migrar para o Rio de Janeiro deixando marcas do samba e umbanda (uma variação da religião afra brasileira, com influencias do Kardecismo que desenvolveu um novo modelo de entidade cristã denominada Exu), no estado que contribuiu com a fixação e a valorização de raízes da mestiçagem projetada no país.

Já nos anos 50 e 60 deste mesmo século, a crescente industrialização fez com que o povo que no início migrava para o Rio de Janeiro, desloca-se para São Paulo, consequentemente acabam divulgando e difundindo a cultura afro brasileira. Nos anos 70 com o movimento da contracultura, olhos são voltados para o nordeste, e a Bahia é redescoberta em diferentes setores culturais, o estado é finalmente visto como um ponto turístico de máxima importância para história brasileira, por ser formado basicamente pela cultura afro.

Depois que a umbanda alcançou um devido status, o candomblé tornou-se referência e a dança passa a ser visualizada de maneira marginalizada, por estar quase sempre associada a uma adoração de deuses africanos. Esse quadro tende a ser modificado um pouco quando a dança africana recebe características decorrente dos estudos da bailarina e antropóloga negra norte americana Katherine Dunca, finalmente a dança começa a ter uma receptividade popular diferente, recebendo até variações que conhecemos hoje, e é denominada como ballet negro ou afro.

A sociedade vive um momento de transformação na cultura negra, hoje ela não é só valorizada por ser de origem afro descendente, como também é reconhecida por uma questão de identidade histórica que consolidou o processo de miscigenação do país. Atualmente os projetos de fortalecimento dessa cultura como o Ele aiyê, Akomabu, Abanjá, e Male de Balê, são amplamente conhecidos, por trabalhar com jovens que visam ser inseridos na sociedade para combater a discriminação racial, e para divulgar cada vez mais a cultura que construiu parte desse país.

Jéssica Brandão.

5° Passo:

Fazendo também  perguntas sobre o texto acima:

  • Quando foi que surgiu a dança afro no Brasil?
  • Elaborem mais questões sobr o texto, afinal é importante que a criança aprenda a interpretar a mensagem do texto. 

Entregaremos algumas atividades sobre cultura afro. 

 

http://1.bp.blogspot.com/_hGGq2Bji6rE/SwPvdybc2bI/AAAAAAAAQzc/WTvo_nRWVFw/s1600/desenhos+para+colorir+infantil+capoeira.jpg

espacoeducar-liza.blogspot.com

http://2.bp.blogspot.com/_hGGq2Bji6rE/SwOVqDUUDtI/AAAAAAAAQyM/URGOiPw_Azc/s1600/palavra%2Boculta.jpg

espacoeducar-liza.blogspot.com

6° Passo:

Falaremos também das artes afros sugerimos aos professores que traga imagens dessa artes:

 

http://i.s8.com.br/images/books/cover/img7/182927_4.jpgpalmares.gov.br

http://www.palmares.gov.br/_temp/sites/000/2/imagens/noticias/evento0202-2.jpg

 

 

http://www.colegioprigule.com.br/imagem/arte20.JPGcolegioprigule.com.br

 

7° Passo:

  • Pedir para que os alunos tragam  imagem de casa sobre as artes que os  negros fizeram e relatem se já a viram expostas em  algum lugar.

 

8°passo:

  • Passar um  vídeo que abordará as artes- afro: ajudará muito as  crianças a entenderem melhor sobre elas!

 

 

fonte: http://www.youtube.com/watch?v=-odgkXhmHzE&feature=fvsr 

 

Recursos Pedagógicos necessários para aula:

  • imagens, 
  • atividades,
  • lápis de cor, 
  • borracha

 

4- Catarse:

  • O aluno devera conhecer a importância de cada dança e arte da cultura afro Brasileira.

 

4.1- Síntese:

  • Escreva um paráfrago sobre o tema, ou seja, o que deseja que o seu aluno saiba ao final da aula

 

4.2 Avaliação:

  • Apresentar todas atividades realizados na sala de aula, observar como alunos se interagem um com os outros, de acordo com os seguintes critérios:
    • compreender a cultura afro, 
    • quais são as danças e artes que eles praticam 
    • qual a sua  importância para nossa comunidade

 

5- Pratica social final do contudo:

  • Se aprofundar mais sobre o assunto dado na sala de aula.

 

5.1 Açoes do aluno

  • Contar para as outras criança  o que ele apreendeu sobre cultura afro.
  • Valorizar essa cultura tão importante para o Brasil. 

 

 

Referencia de todos os recursos utilizados:

  • Wikipedia/dança afro
  • espacoeducar-liza.blogspot.com
  • Youtube
  • Demais links já citados no texto 

 


Plano revisado!

 

PLANO DE TRABALHO 

 

Aluno mestre: Bruna Gomes Feyh

Proposta de aula para turma/serie: Alfabetizaçao       

Carga horária: 4 h/a

Escola/instituiçao:  A.P.A.E

Disciplina: meio ambiente

Titulo/tema: conhecendo animais da fauna brasileira.

 

Objetivos especificos:

 

Mostrar os animais em extinçao para que eles conheçam  os animais  mais prejudicados pela aço do homem.onde moram,o que comem,qual a importancia deles na natureza.

 

Pratica social inicial do conteúdo:

 

listagem do conteúdo:

*animais brasileiros ameaçados em extinação

*alimentação

*habitos

*localizaçao

 

eixos/linguagem

*cientifico

*linguagem cientifica

*recursos naturais

*valores éticos

*valores habitos e atitudes

 

Conhecimento prévios trabalhados pelo professor com o aluno:

  • Saber quais são os animais da fauna brasileira que eles já conhecem  e relatar o nome dos animais que convivem.

 

Problematizao (discução)

Temos observado  o grande número de especies  da fauna brasileira  em extinçao, vamos conhecer melhor sobre eles?

 

Dimensões:

*conceitual: qual a importancia  de cada um dos animais  na fauna  brasileira?

*meio ambiente: quais sao os hábitos dos animais  da fauna.

*ética: quais  animais  que podemos ter em casa?

 

Instrumentalização:

 

1°passo:

  • Sugerimos ao professor que traga imagens dos animais  que estao em extinação  da fauna brasileira
           
           
           

     

 2°passo:

  • Explicando  para os alunos onde esses animais  moram ,o  que comem,e quais  seus habitos,e qual a importancia de cada animal na natureza.

3°passo:

  • Pediremos  pra que o aluno conte se conhece ou ja viu alguns desse animais mostrados pela professora.

4°passo:

  • Sugerimos ao professor que conte a historia do animal bambi que falara de alguns animais.

 

 

Bambi

 

 

Chegou a primavera e com ela nasceu Bambi, um terno e  frágil  cervo que todos correram para saudar e conhecer.
A floresta ficou animada com este acontecimento  muito  especial:  o esquilo, a ratinha, o coelhinho Tambor e seus  amigos,  os  passarinhos, todos foram visitar Bambi e sua mãe.

Surgiu um novo dia e Bambi conseguiu levantar-se e equilibrar-se nas quatro patas. Agora iria descobrir as maravilhas do bosque com  a  ajuda de seus novos amiguinhos. Havia muita coisa para ver e  Bambi,  pouco  a pouco, com um professor esperto como Tambor,  já  estava  aprendendo!  O Cervo observava as borboletas de mil cores, os morcegos de  cabeça  para baixo, as toupeiras que cavam longas galerias e não gostam  do  sol,  os coelhos  saltitantes  e  diversos  pássaros  com  seus  bicos  e   penas multicoloridos. Depois de meses  de  vida  despreocupada  e  feliz  para Bambi, sempre descobrindo novas coisas para ver  e  aprender,  chegou  o inverno. Uma manhã ele acordou e, olhando a sua volta, foi  surpreendido  com a mudança do bosque.

– Nevou — disse sua mamãe.


Ele tentou andar, mas suas patas afundaram naquela coisa branca, tão fria e agradável. As árvores, os arbustos e a grama  ficaram  encobertos rapela neve  macia.  Um dia, Bambi acordou com um forte estrondo que pôs toda a  floresta
alvoroçada. Ecoavam tiros de espingarda por  toda  a  parte.


–  São os caçadores!


Mamãe cerva, correndo desesperada, obrigou Bambi a  segui-la.  Bambi correu, correu e enquanto isso pensava em seus  amigos  e  esperava  que nada lhes acontecesse. Já tinha ouvido falar dos caçadores, de  como  os homens um dia chegariam e perturbariam a paz da floresta com suas armas, e de quantas vítimas fariam.


Mamãe cerva, infelizmente,  não  conseguiu  escapar  do  ataque  dos caçadores e foi atingida, como  tantos  outros  animais.  Bambi  e  seus amigos sofreram muito. A ele veio juntar-se Falina, uma amiga do  cervo, com quem havia brincado e passado bons momentos no verão. Agora ela iria cuidar do pequenino com ajuda de Tambor e dos outros.  Bambi  sabia  que podia confiar neles. Retornou a primavera e Bambi, com  grande  alegria, descobriu que algo estava mudando em sua  vida.  Agora,  a  presença  de Falina era uma coisa muito especial  para  ele,  diferente  daquilo  que
sentia pelos outros amigos. Bambi estava descobrindo o amor por  Falina.


Falina também estava gostando  de  Bambi.  Por  isso  aproximava  o  seu focinho  do  dele  para  acariciá-lo.  Na  floresta  estava  nascendo  a felicidade e os dois tornaram-se companheiros inseparáveis. Um dia,  uma parte da floresta incendiou-se! O  fogo  apareceu  de  repente  e  todos ficaram alertas. Era preciso pensar em como fugir e proteger. As  chamas avançavam pelas árvores, a fumaça estava sufocando os  animais  e  todos corriam para o rio. A família de Bambi uniu-se às outras  para,  juntas, salvarem-se. As chamas aumentavam sempre mais, o calor era insuportável, mas Bambi, nessa época um cervo adulto, ajudava  os  animais  menores  e mais fracos a fugir. Um a um, ele os auxiliava a atravessar o  rio  e  a chegar à outra margem. Ele seria o último a atravessar.


Com as chamas quase  queimando-o,  Bambi  colocou  os  dois  últimos animaizinhos no dorso e entrou no rio. Nadou  velozmente  até  a  margem oposta, onde toda a sua família o  aguardava.  Finalmente,  o  perigo  o havia transformado em um adulto.

 

 

5°passo:

  • Discutir sobre a história contada, perguntando quais animais da historia que estao em estinção.

perguntas:que tipo de animal era bambi?

o que bambi fez para proteger  seus amigos ?

6°passo:

  • Entregar uma atividadepara os alunos pedindo para que eles relacionem as imagem com cada nome deles

 

http://2.bp.blogspot.com/_23GsR1c17rU/SuNl3BOY2qI/AAAAAAAAHC0/JnmZNKST71Y/s400/relacione.gif

7°passo:

  • Mostrar tambem quais animais podemos ter em casa:

 

 

http://3.bp.blogspot.com/_Xs3TrgmwT4A/Sbhvqg9WvxI/AAAAAAAAABI/SwYje1mfVuo/s320/desenhos_colorir_cachorros_22.gif

8°passo:

  • Deixar que os alunos nos conte quais animais eles tem em casa

 

9°passo:

  • Recolher as atividades  feitas  e montar com os alunos um mural onde os alunos das outras turmas possar tambem conhecer os animais em extinçao.

 

 

Recurso necessário para a aula:

 

  • Lápis,imagens dos animais,lapis de cor,borrcha.

 

Catarse:

  • O aluno deverá compreender que o lugar dos animais é  na natureza  deve  saber tambem  que todos os animais  prescisam de nós e nós deles.

 

Síntese:

  • deixar que ele nos contem  que tipos de animais ele aprendeu e quais liçoes ele vai levar pra casa.

 

Avaliação:

  • Ver se o aluno se interagiu bem com os colegas,e se intregou todas as atividades  e se ele conseguiu acompanhar os  colegas nas atividades da escola

 

Pratica social final do conteúdo:

 

Intençoes do aluno:

  • Pretendo me aprofundar mais sobre o assunto.

 

Açes do aluno:

  • Contar para mae o que aprendeu e consientizar a comunidade que devemos preservar os animais da fauna brasileira.

 

Referencia de todos os recursos utilizados:

 


Planejamento sobre Bullying

 

Alunas:

  • Regiane siqueira matins
  • Bruna gome feyh

Proposta de aula para a turma/série iniciais do Fundamental

 

O QUE O ALUNO PODERÁ APRENDER COM ESTA AULA:

  • Devera saber que não devemos usar atos e palavras de violência física ou não.
  • Eque devemos respeitar nos colegas de escola ou de trabalho.

 

CONHECIMENTO PREVIOS TRABALHO PELO PROFESSOR COM O ALUNO:

  • Não há necessidade.
 

OBSERVAÇÃO DA REALIDADE

 

  • Observação da realidade social,concreta,pelos alunos,a partir de um tema ou unidade de estudo. As discussões entre os componentes do grupo e com o professor ajudarão na redaçãop do problema,como uma sintese desta etapa e que passará a ser a referncia para todas as outras atapas do estudo.
  • Iniciar a aula com a apresentaçao de  uma charge e  perguntar aos alunos se eles  acham  certo a atitude que  as meninas estao tomando contra o menino?
 

FONTE: wwwpluralidadecultural1.blogspot.com/2009/11/charge-bullying.html

 

http://2.bp.blogspot.com/_pkpAGzMB-2E/SwLmO0uuEcI/AAAAAAAAAAc/HJCkONJZSfs/s1600/charge+bullying.jpg

  • Perguntar tambem se eles ja passaram por alguma cena parecida?
  • Onde  que eles sofreram  o bullying?

 

Pontos chaves:

 

  • Os estudantes são levados a refletir primeiramente sobre as possíveis causas da existência do problema em estudo.
  • Os estudantes são estimulados a uma nova síntese: a da elaboração dos pontos essenciais que deverão ser estudados sobre o problema,para compreende-lo mais profundamente e encontrar formas de interferrir na realidade para soluciona-la ou desencadear passos nessa direção.
  • Depois da conversa  com os alunos reflitam sobre o tema se  ja cometeram alguma atitude  de  bullying
  • Sugerimos  ao professor que fassa um debate  envolvendo todos  os  alunos para saber  quais as atitudes serao tomadas  para acabar com o preconceito e exclusao de certos alunos na escola!
    • o que podemos fazer prara evitar o bullyngm na  escola?
    • voce ja presenciou alguma cena  de bullyngn?
    • em sua casa  voce  ja sofreu algum tipo de bullyngn?

 

Teorização:

 

  • Os alunos se organizam tecnicamente para buscar informações que necessitam sobre o problema, onde quer que elas se encontrem, dentro de cada ponto chave já definido .se houver necessidade voltar a observação.
  • Buscar sistematicamente informações técnicas ,cientificas,empíricas,oficiais, com auxilio de procedimento de pesquisa.

 

1°passo:

 

  • Sugerimos  ao professor que leia um texto explicando realmente o que é bullying quando é praticado e como é praticado.
 

Bullying é um termo da língua inglesa (bully = “valentão”) que se refere a todas as formas de atitudes  agressivas, verbais ou físicas, intencionais e repetitivas, que ocorrem sem motivação evidente e são exercidas por um ou mais indivíduos, causando dor e angústia, com o objetivo de intimidar ou agredir outra pessoa sem ter a possibilidade ou capacidade de se defender, sendo realizadas dentro de uma relação desigual de forças ou poder.O bullying é um problema mundial, podendo ocorrer em praticamente qualquer contexto no qual as pessoas interajam, tais como escola, faculdade/universidade, família, mas pode ocorrer também no local de trabalho e entre vizinhos. Há uma tendência de as escolas não admitirem a ocorrência do bullying entre seus alunos; ou desconhecem o problema ou se negam a enfrentá-lo. Esse tipo de agressão geralmente ocorre em áreas onde a presença ou supervisão de pessoas adultas é mínima ou inexistente. Estão inclusos no bullying os apelidos pejorativos criados para humilhar os colegas.As pessoas que testemunham o bullying, na grande maioria, alunos, convivem com a violência e se silenciam em razão de temerem se tornar as “próximas vítimas” do agressor.As crianças ou adolescentes que sofrem bullying podem se tornar adultos com sentimentos negativos e baixa autoestima. Tendem a adquirir sérios problemas de relacionamento, podendo, inclusive, contrair comportamento agressivo. Em casos extremos, a vítima poderá tentar ou cometer suicídio.O(s) autor(es) das agressões geralmente são pessoas que têm pouca empatia, pertencentes à famílias desestruturadas, em que o relacionamento afetivo entre seus membros tende a ser escasso ou precário. Por outro lado, o alvo dos agressores geralmente são pessoas pouco sociáveis, com baixa capacidade de reação ou de fazer cessar os atos prejudiciais contra si e possuem forte sentimento de insegurança, o que os impede de solicitar ajuda.www.brasilescola.com/sociologia/bullying.htm

 

2°passo:

 

  • Apresentar um video falando  um pouco de bullying.
  • Perguntar aos  alunos  se eles  aprenderam o que é bullying?
  • Quando estao sofrendo bullyng?etc...
 

YouTube plugin error  

 

3°passo:

 

  • Passar algumas atividades relacionadas ao bullying.
  • Sugerimos ao professor que peça  aos alunos que pesquise imagem  que mostram atitudes  de bullying para  fazer cartazes e colocar no mural da escola.pra conscientizar todos da escola.

 

4°passo:

 

  • Passar uma  historinha para  os  alunos se concientizarem,a terem cuidado ao mexer em sites de relacionamento.

 

http://www.internetresponsavel.com.br/inc/img/hqs/41-namorados.jpg

Hipótese de solução:

 

  • As hipoteses são frutos da compreensão profund\ qre se obteve sobra o problema,investigando-o de todos os ângulos possíveis .elaborar propostas de superaçao do problema central em estudos.
  • Fazer uma reflexao sobre o assunto.
    • Concientizar os colegas a nao praticar a violencia  fisica ou emocional 
    • Não mais  zombar ou  cometer algum insulto. .
    • Fazer uns cartazes com imagens  de algumas cenas que mostrem bullying, por exemplo:
 

FONTE: http://kindy.gameover.zip.net/images/No_to_Bullying3.jpg 

 

FONTE: http://www.portalis.co.pt/wp-content/uploads/2010/07/diga-nao-bullying.jpg

 

FONTE:http://www.sd6.bc.ca/staff/gss.ron.ainslie/images/clipart/original_bullying.jpg 

 

FONTE: http://2.bp.blogspot.com/_MDMZCn0UrMQ/S__dOGe8icI/AAAAAAAAABM/SZN4rJVlCHw/s1600/stop_bullying%5B1%5D.jpg 

 

*Aplicação à realidade: acoes sobre a realidade, que devemos ser tomadas,executadas ou encaminhadas.

Compromisso dos alunos com o seu meio, o que fazer ,como ,em que condicoes , com que estrategias , com que recursos , para obter que efeitos, com que finalidade e para beneficiar a quem?

 

  • o que fazer?
  • Com que recursos?
  • Para obter que efeitos ?
  • Com que finalidade e para benificiar quem?

 

 

Condiçao objetiva: nível de conhecimento,disponibilidade das pessoas  envolvidas,autoridades,poder necessário para inveçao,uso  das estratégias,momento oportuno,grau de comprometido e consciencia social.

  • Nivel de conhecimento necessário
  • Disponibilidade das pessoas envolvidas 
  • autoridade:poder necessário para  intervençao na  temática  apresentada
  • uso das estratégias:momento oportuno para  efetivarmos nossa açoes
  • grau  de comprometimento e consciencia  e para  beneficiar  social  necessariio  para  o  sucesso  do  proposto.

   

Recursos complementares.

 

http://wwwpluralidadecultural1.blogspot.com/2009/11/charge-bullying.html

 

 

 

                                                                    AUTO-AVALIAÇAO

 

Auto avaliaçao

Iniciante

4.0pontos

Aprendiz

6.0

Profissional

8.0pontos

Mestre

10.0pontos

Na sala de aula

Esteve presente

Contribuiu

nas

discusoes

Participou com bons argumentos

Participou ativamente com argumentos bem fundamentos

Pesquisa sobre o tema e entrevista solicitada

Acompanhou as atividades do grupo

Procurou participar e realizar o proposto

 

Empenhou-se na compreensao do tema e colaborou com todos apresentando as

atividades solicitadas

Participou ativamente em todos os momentos,contribui com todos na pesquisa e discussoes,

Texto dissertativo

Teve dificuldades

Elaborou o texto

com alguns

argumentos

Produzir um texto fundamentado nas pesquisas

Produziu um texto bem fundamentado com argumentos além dos pesquisadores

informativo

Participaçao da elaboraçao

Colaborou com sugestoes

Contribuui com vários tópicos de texto

Apresentou vários recursos para a composiçao do texto e otimas ideias,

referencias:roteiro de trabalho metodologia da problematizaçao no ensino superior e sua  contribuiçao para o plano de  praxis/Neusi Berbel - UEL.


ARTIGO: DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM

 

GOMES, Bruna

SIQUEIRA, Regiane

 

      As crianças  com dificuldades  de aprendizagem nao  sao incapazes,apenas  apresentam  alguma  dificuladade  para  aprender.

      Sao crianças que tem  um nivel  de inteligencia bom,nao apresentam problema  de visao  ou adiçao  sao emocionalmente  bem organizadas  as vezes  bem organizadas  e fracassam na escola

 

para guerra: 2001 criançsa  com dificuldades  de aprendizagem  refere-se nao a um  unico  disturbio,mais a uma  ampla  gama de ploblema  que  podem  afetar   qualquer area   de  desempenho      adademico .As  dificuldades  sao defenidas  como problemas  que interferem no  dominio  de  habilidades  escolar basica,elas  só  podem ser  normalmente  identificadas  até  que  uma  criança  comece a ter dificuladade  de aprendizagem na escola.

 

     As crianças  com  dificuldades  de  aprendizagem  sao  crianças  suficientemente  inteligentes,mas  enfrentam  muitos obstaculos  na escola .Sao  curiosos  e  querem  aprender,mas  sua  enquietaçao  e incapacidade  de prestar  a atençao    tomam    dificil  explicar  qualquer  coisa a eles.essas  crianças   tem boas  intençoes  no  que se refere  a deveres  e tarefas  de casa,mas no trabalho esquecem as  intruçaoes  ou os objetivos . A criança  com dificuldades  de aprendizagem  muitas vezes  é rotulada,sendo  chamada  de 'pertubada''.Incapaz ou rotulada.

 

VIGGOSTSKY:1889.Afirma  que o auxilio  prestado  á  criança  faz hoje  com  o auxilio  do adulto  ou  de outra  crinaça maior,o valor da interaçao e das  relaçao  socias  no processo  de aprendizagem .

 

     Para  que  a  criança   aprenda  é necessario  que se respeitem   varias  integridades   cvomo  o desenvovimento  perspectivo -motor,perspectivo-cognitivo,e a maturaçao neurologica,alem  de inumeros  aspectos  psicossoais  como:oportunidades  e experiencias,exploraçao  de   objetos  e brinquedos,assistencias  media  nivel  cultural etc..

 

Souza, 1996, coloca  que os fatores  relacionados  ao sucesso eo ao fracasso   academico  se dividem  em tres  variaveis  interligadas,denominadas   de  ambiental,psicologica  e  metodológica.

 

     Contexto  ambiental  engloba   fatores  relativos  ao nivel  socio-economico  e suas  relaçoes  com ocupaçao dos pais ,numeros  de filhos ,escolaridades  dos pais etc.esse contexto  é o amplo  em  que  vive  o individuo .o contexto  psicologico  refere-se  aos fatores  sao  respostas   como  ansiedade,agresao  auto estima,atitudes  de desatençao ,isolamento ,nao concentraçao.

        A criança  deixa  o professor  sem saber  como trabalhar com ela  nao aprende ,mas  nao apresenta qualquer  incapacidade  particular.Arecusa  em aprender  é um ato  agressivo  diante de seu fracasso  e frustaçao.ao  entrar  na escola a criança  pertuba-se  devido  a  dificuldade  que encontra  na transiçao da familia.

       Muitas  dificuldades  de aprendizagem  sao   decorrenters  de metodologia  inadequada,professores  desmotivados  e imcompreensivos,brigas  e  discusao  entre colegas,entre outras.

 

Para FONSECA, 1995, as  dificuldades  de aprendizagem  aumentam  na presença  de escola  superdotadas e mal   equipadas  carentes  de materiais didaticos  inovadores,além  de frequentemente contarem  com  muito professores  'desmotivados'.A escola  nao pode  continuar numa fabrica  a ser um sucesso.

 

     Devemos nos ter conciecia de  que todas as  crianças  sao iguais  a diferença  é  que as especias  prescisam mais de apoio e de ajuda pra  algumas coisa.

 

REFERENCIA:

  • ALINE BERGHETTI SIMONI. NOME DO LIVRO OU DO SITE E O LINK
 

 

 

 

Comments (2)

Sandra M da S. Messias said

at 11:09 am on Jun 26, 2010

ficou uma fofura linduuuuuuuuuuuuuu

Bruna Gomes Feyh said

at 2:43 pm on Jun 30, 2010

obrigaduuuuuuu

You don't have permission to comment on this page.